O LER A CULTURA RACIONAL – II

 
                                     
 
         

O LER A CULTURA RACIONAL

É FAZER

O BEM ACONTECER

PARTE II

                    Ler, reler, sentir e saber transmitir o que aprendeu do que leu neste Conhecimento Racional que,

                     não é igual aos demais existentes – neste Mundo-Universo Encantado – este é o nosso desafio.

   Não há mais tempo a perder. Este Mundo está calamitoso.

  Mas, atente para o fato de que quando lê e não sente a absorção do conteúdo lido pelo sentimento;

então, não está havendo o desenvolvimento da origem de si mesmo em si mesmo.

  Não está adiantando nada!

  Não fica gravado no “eu” o que está grafado no Livro Racional e que você aprendeu; mas já esqueceu.

  E, esquecer é o mesmo que não saber. Não é mesmo? Continua vivendo como animal.

  E animal é um Ser que forma a vida inconsciente. A vida é falsa e, logicamente, o é também, a consciência.

  Consciência ilusória e provisória e falha, de animal selvagem.

  O Livro recrimina o ler por curiosidade, o ler a título de obrigação, o ler por ler, o ler por cima;

 a gente ler por costume; é o mesmo que não ler. Pois, é uma prática insuficiente para colher as provas de que,

 o Aparelho, está se ligando à luminosidade pura, limpa e perfeita da Energia Racional, as provas de que o remédio

está surtindo o necessário efeito em nosso Aparelho Astrológico. Pela leitura, dá-se o desenvolvimento da origem,

em si mesmo; servindo como comprovante Racional de que:

a solução da vida está na própria vida e, não fora dela. Não está no pensamento; está no raciocínio.

É preciso que a gente tire proveito do fato de que a aura vibratória Racional da Natureza, agora, é crescente;

o que favorece a sustentação da vibração de Energia Racional em nossa mente, se nos mantivermos constantemente

conectados aos ensinamentos grafados nos Livros de Energia Racional materializada, os Livros da Origem da gente.

Há, nos Livros de Cultura Racional, muitas repetições, todas elas necessárias para o bom entendimento de todos.

Como diz a Obra: “repetir é um voto de confiança”.

Assim também, há as explicações de um mesmo assunto de várias outras maneiras, formas e jeitos;

além das repetições, que é para compensar o enfraquecimento das mentes que não conseguem atinar

para o sentido psicológico da leitura e de seu conteúdo implícito que, são as entrelinhas.

E, tudo isso, numa linguagem das mais simples; que é para abranger aos mais humildes em leitura.

Outro ponto a considerar é o seguinte:

A Fase do pensamento terminou; o pensamento está enfraquecido e por não ter estabilidade mais nenhuma,

começa a variar. E daí, as pessoas ficam, pensando uma infinidade de coisas esquisitas; devido o magnetismo

estar envolvido no pensamento abrangendo toda a mente.

Daí, haja a pensar uma porção de coisas escabrosas; pois o pensamento magnético e elétrico,

variante e instável, ainda está prevalecendo sobre o raciocínio subdesenvolvido.

Que, pela leitura, vai galgando degrau a degrau acima.

Dando-se então, um embate do bem de si mesmo versus o mal em si mesmo, até que pela persistência em adquirir

o Conhecimento Racional, venha a prevalecer somente o bem de si mesmo, em si mesmo.

Pois, pelo desenvolvimento do raciocínio, vamos nos tornando equilibrados em tudo.

Pois, o raciocínio não é variante e sim, estável; o ponto básico da vida.

 

E, toda essa evolução, não é para que você venha a se tornar Racional não; porque Racional a gente já é; minha gente.

Essa evolução Racional é para que a gente deixe de ser Racional deformado como animal Racional.

A forma de ser passa; mas, a vida é Eterna.

A origem de todos nós é Racional. E prevalece a origem que deu causa ao corpo deformado, sob todos

os pontos de vista; e não, a matéria que é uma deformação da origem.

A origem, o corpo de origem, é que é a parte Essencial desta matéria; na qual, o representante Racional

de nossa pessoa está materializado.

A matéria é uma parte deformada da origem. Pois, cada Ser Humano tem diretamente associado a si, dois corpos de vida:

          Um desses, é o corpo de matéria que pertence à matéria e não, à pessoa nele vivente como um

          Racional inferior da classe de animal Racional;   

         E o outro corpo é o corpo Racional, aqui deformado nesta Galáxia material.

Este nosso corpo Racional é que é o nosso corpo de origem; desde quando houve a extinção desse corpo que,

veio de cima, em cima do primitivo início da formação deste chão.

Dali em diante, ficou determinado dois em um só; que assim é o Animal Racional. Cada qual uma vida

transformada do seu verdadeiro Ser.

Que, cada Ser que veio de cima; porque ficou ligado no Chão; então o corpo do chão – a matéria – passou a ser uma complementação da origem.

E o corpo de origem, ele, é a parte Essencial deste nosso corpo de matéria.

Está em nosso verdadeiro Mundo de origem, é na origem que está a Força do Poder que constitui a vida.

E, tendo cumprido o ciclo de evolução em lapidação como Animal Racional; então, a identidade de origem do corpo,

por ela ser do Mundo Racional; volta para de onde é, nesta Fase Racional.

É essa, a nossa parte que volta para o Mundo Racional. E não, a matéria.

Mas, nós, por termos nascido do chão; foi que nós ficamos sem poderes de descobrir a nossa verdadeira origem;

que é de: Racionais puros, limpos e perfeitos. Os que vieram se transformando, até o ponto de nossa extinção em

cima da Resina e da Planície; que, foi o que originou a degeneração e a deformação de todos nesta vida de matéria.

Então, a gente não podia se certificar de onde somos, de onde viemos nem para onde vamos.

E isso, foi antes da existência do nada; antes da existência do óvulo repleto de vírus para formar este corpo de matéria

de uma vida humana.

E hoje, por o raciocínio ser o único ponto positivo da vida é que tem base e tem lógica.  

E por ter base e ter lógica, está no raciocínio a verdadeira solução da vida dos Seres que foram feitos deste

óvulo seminal gerador de vidas no formato de um pingo d’água; o sêmen que, contém a planta da formação

máquina de matéria da formação do Ser humano.

Contendo, este óvulo gerador de vidas, os vírus (uma infinidade deles); cada qual incumbido de fazer a sua peça

para a formação da máquina de matéria e para a cobertura da máquina da formação do Ser Humano.

 E a causa desse óvulo é o corpo de energia Racional, A identidade desse óvulo, a identificação é esse corpo

de Energia Racional, identificando a sua origem de Racional. Esse óvulo preparado pela Natureza, no formato

de um pingo d’água para se transformar numa vida provisória.

O CER é a identidade desse óvulo preparado pela Natureza; que se transforma esse óvulo

(com os vírus feitos pela Natureza) numa máquina de vida provisória. A Natureza fez e organizou a máquina

e a Natureza fez e organizou os vírus comunicados de sua poderosa energia que, tem força de desenvolvimento

e de crescimento, para que cada qual faça a sua peça da máquina. O corpo é a capa da máquina de matéria.

De forma que, contemplar a origem; é contemplar o bem de nós mesmos, em nosso próprio benefício.

E contemplar a matéria, é contemplar o mal de nós mesmos, para pior a gente ficar.

A matéria, por ser de origem do mal, vai se degenerando, por ser um Ser em transformações, como uma vida

desfavorecida pela Natureza; por a matéria ser a parte negativa da vida.

A própria morte é um desfavorecimento da vida aparente.

Mas, se a gente for lendo Cultura Racional, com o sentimento; então, vai sendo gravado em nosso “eu”,

indelevelmente, o que é a realidade da vida em nossa máquina humana.

Você lendo Cultura Racional está lendo a Cultura da volta de todos para o nosso verdadeiro Mundo,

o Mundo Racional. E o que é que volta?

É a sua identidade Racional, a identidade que identifica a origem de cada qual.

É esse corpo de Energia Racional que volta para o Mundo Racional e não, essa formação corpórea material.

E daí, a pessoa nunca mais nascendo aqui nesta vida de matéria depois da desmaterialização do raciocínio e da

extinção do corpo material.

Que, uma vez desmaterializado o raciocínio; este toma a forma de um corpo de Energia de vida Eterna

e volta para o nosso Primeiro Mundo, o Mundo Racional; porque todos somos de Raça Racional.

Saiba tudo sobre isso, nos LIVROS: UNIVERSO EM DESENCANTO, de Cultura Racional.

Tenhamos todos, saúde e paz e concórdia, pelo desenvolvimento do raciocínio.

 

Anúncios

LER A CULTURA RACIONAL É O QUÊ?

 
 
           

 
       

O LER A CULTURA RACIONAL

É FAZER

O BEM ACONTECER

PARTE  I

Sim, mesmo antes de ler os Livros: Universo em Desencanto, a gente já conhecia todo esse mundaréu de palavras, neles escritas; tipo:

Eternidade/pensamento/sentimento/Mundo/raciocínio/existência/vida/ evolução/universo/fase/causa/efeito/realidade/mal/bem/ natureza/ transformações/perfeição/morte/racional/eu/tu/animal/cultura/sofrimento/ vontade/sêmen/origem/matéria/água/terra/lua/corpo/sol/estrelas/vegetais/ deformação/ degeneração/Ser/aparência/artificial/natural/pertencer/  magnetismo/ mecânica…; e, por aí vai.

Aí, a gente por já conhecer essas palavras, começava a achar, pretensiosamente, que já sabia tudo de que nos fala esta Obra cultural Racional. Dispensando o interesse de nela se aprofundar. E então, muita gente desperdiçava assim, a chance de conhecer o real significado dessas expressões.

A gente, não estando inteirado daquilo que a gente não conhece; o bom senso nos recomenda a não iniciar por protestar; e sim, procurar conhecer de fio a pavio; até a gente saber o que diz. Não conhecendo e já se propondo a falar sem conhecimento do objeto de nossa locução; então a gente se contradiz; por não saber o que diz.

E isto nos é recomendado quando se trata de ler o Conhecimento de Cultura Racional. Entender que o Livro é um portal real de entrada em nosso verdadeiro Mundo – o Mundo Racional. E que, para a gente ir de retorno: daqui deste Mundo de Matéria, de onde não somos; para o nosso Mundo de origem, temos que nos reunir de conhecimento e saber, de fio a pavio.

Conhecer o Mundo de nossa Raça; porque, somos todos de Raça Racional.                  E, saber como voltar para ele, depois do raciocínio desenvolvido e pronto para voltar para o seu estado natural; que é de Energia e não, de matéria.

Temos que persistir na leitura desse Livro de cunho cultural Racional, até a gente sentir e saber transmitir o que nele aprendemos lendo e relendo e gravando em nosso “eu”. É no sentir o que aprendemos que, a gente sente o desenvolvimento feito pela Energia Racional; que vai conferindo solidez vibratória

Em comparação com “tomar um remédio e ir sendo curado”; é a mesma coisa. Lendo com constância diária, a gente vai sendo tratado e curado: do orgulho, da prosa, da presunção e da vaidade; que tudo isso, é produto de um mal ainda maior, que é a inconsciência. Esta é a nossa maior doença: Ser sofredor e mortal, por não se conhecer.

Basta conjecturar sobre a situação de um motorista dirigindo um veículo tendo em seu visor um acentuado ponto cego, expondo-o a todo o momento a uma direção desastrosa.

Assim é a inconsciência de animal Racional: cego das vistas e da mente sob o magnetismo da mecânica material. A imaginação também não nos dá, nunca, a imagem real da realidade para a gente desfazer esse ponto cego que nos impede de ver o real da realidade. Nas aparências, o ponto cego.

E para ser curado dessa doença crônica que, cada qual a tem desde que foi originada a existência humana; a recomendação é “ler o Conhecimento Racional com o sentimento”.  Ler, para a nossa pessoa ser alfabetizada pela 3a Tábua de alfabetização psicossóciocultural Racional desta humanidade inculta em Cultura Racional.

Insiste a própria Obra Racional em nos dizer que, a persistência na leitura é tudo; pois ela desenvolve no Aparelho (ou Centro) Astrológico que, é cada Ser Humano, a origem de si mesmo. No início, cada leitor está mais ligado ao campo vibratório magnético desta Natureza deformada. Por isso é que requer paciência e obediência ao que lhe é recomendado nos conteúdos de cada Livro de Cultura Racional.

Afinal, essa inconsciência crônica da gente, cada qual a tem faz milhões de milênios enraizada em si mesmo, na mente. E, não é com um dia nem dois, não é assim superficialmente, levianamente, com a agenda cheia de compromissos para com a matéria e, sem espaço algum para a vida eterna de si mesmo. Não é assim que a gente chega a conhecer o porquê da vida para, então, saber viver.

Você vai lendo e obtendo a posse da definição do seu Ser e vai tomando conhecimento de que há uma Energia Divina de que você é portador, bem aí, dentro de sua cabeça. Então, você vai se tornando ciente de que está trilhando o caminho certo, da IMUNIZAÇÃO Racional  que, passa pelo istmo do mesencéfalo que é onde gravita uma centelha do Verdadeiro Criador que é o Raciocínio Supremo. Estando aí materializado um Habitante do Mundo Racional como máquina do raciocínio.

Saiba tudo sobre isso, nos LIVROS: UNIVERSO EM DESENCANTO, de Cultura Racional.

Tenhamos todos, saúde e paz e concórdia, pelo desenvolvimento do raciocínio.

CHEGOU A SOLUÇÃO PARA O FIM DO PENSAMENTO

 
 
   
 

CHEGOU A SOLUÇÃO PARA

O FIM DO PENSAMENTO

 

A gente aprende, pelas narrativas do Conhecimento de Cultura Racional que, quando foi formado o pensamento, o foi para o progresso das mentes.  A Natureza, que é de transformações, tinha ela, como que já introjetada em si, esta diretriz, este fator determinante da evolução das mentes; de dar à vida humana um senso de organização.

 

O pensamento foi para isso. Foi um estágio de depuração, lapidação para o conserto mais ou menos do animal de origem Racional (128º H; título 1; 1ª mensagem). Então, é preciso que se note que o pensamento é da mecânica da geração e formação da matéria. É elemento desse Conjunto Universal elétrico e magnético a que a Cultura Racional denomina: “Encanto”. E, portanto, denomina a todo pensador: “Encantado”.

 

E houve Fases anteriores à do progresso das mentes pela evolução do pensamento. Assim também, houve Fases em que o pensamento era de entendimento vago ao extremo. Mas, acabaria chegando a um ponto de muita evolução, visto se tratar de uma função psicológica natural do animal de origem Racional. Embora não seja o verdadeiro natural do Racional que tomou essa forma de animal de origem Racional.

 

E por isso, os estágios da evolução antropológica foram demais complicados para o Ser Humano; que sempre se tratou de uma biodualidade de consciência aparente, duas vidas em uma só. Esses estágios são Fases em que, durante o período de validade delas, tudo parece que vai ser eternamente aquilo, que não vai ter fim, mesmo porque os Seres vivem despercebidos, desconhecidos de seu princípio.

 

É como está se dando agora, o mesmo de todas as Fases do passado, mesmo antes da Fase do Pensamento, nas mais primordiais fases da evolução antropológica, de aspecto monstróide, a Era de Monstros: monstrinhos, monstrengos, monstros, monstrondontes, monstrões.

 

Essa vocação de Racional, esse dom Racional, essa índole de Racional, toda essa nossa desconfiança de que pertencemos a alguma coisa pura, divina, maravilhosa, toda essa aptidão humana de discernir; tudo isso efeito de uma causa: herança de origem. A origem é de puros, limpos e perfeitos, com o seu progresso de pureza; para ver que não existe efeito, sem causa.

 

Contudo, a Natureza que vinha nos lapidando, fazendo da espécie humana um conjunto de Seres em constante aprimoramento; a Natureza incumbida de tal missão, essa Natureza é a deformada, é a daqui: instável, transformada de seu verdadeiro natural de ser, oscilante, variante, repleta de irregularidades, fabricante de equipamentos biológicos de funções psicológicas para Seres estagiários irresolutos.  Isso, no que diz respeito aos da espécie humana.

 

Então, a humanidade sempre se deparava com uma realidade incompreensível e se fazendo compreensível aos pedaços. Hoje, uma peça dos quebra-cabeças parecia encaixar-se; isso, depois de muita luta, muito sacrifício e desavenças;  mais um entendimento.  Já, amanhã mais outro. E ao olhar para o restante do percurso por fazer, a ducha de água fria, que até dizia: ─ “o que sei é que não sei”. Assim, foi preciso uma longa trajetória de desenvolvimento.

 

Mas, a Natureza, incansável, ela nunca abdicou de sua missão de fazer-nos mais aprimorados, mais  sofridos e compreensíveis, mais acessíveis, mais dóceis, de sentimento sempre mais apurados, e vindo até um ponto em que adviesse, pela instrução, o estágio de civilizados. Todos nós, ferramentas dela; adequados a ela, à Dona do pensamento e da imaginação. Então, houve a Fase do pensamento, do pensador ser lapidado pelo sofrimento e pela dor, para que ficássemos mais polidos, mais mansos, porque dantes éramos feras bravias. Só quem raciocina, é que não é assim.

 

Então, era preciso fazer do pensamento um quase raciocínio. Uma coisa que, quando alcançasse o seu estágio evolutivo máximo possível; então aí, se configurasse um raciocínio aparente. Uma bijuteria brilhante. Uma falsa realidade, um  ilusionismo. Nas Fases de animal, da natureza humana, o raciocínio nunca funcionou, porque não estava na Fase dele.

 

As Energias da composição do 3º Milênio são três. E cada qual, teve o seu tempo e a sua época de desenvolvimento peculiar para compor os três degraus evolutivos da vida humana.

 

Tinha primeiro, que evoluir a parte animal magneticamente.  Depois, em segundo lugar, evoluir a parte animal elétrica e magneticamente. E então, encerrar essa evolução (até então: animal) embora lapidada, aperfeiçoada pela instrução civilizada. No findar todas essas etapas evolutivas de animal; a Fase do Pensamento terminou.

 

Então agora, é a terceira e derradeira etapa a ser cumprida: a Fase Racional. A Fase do desenvolvimento do raciocínio, que é para a ligação do Ser Humano ao nosso verdadeiro Mundo de origem: o Mundo Racional.

 

De forma que, de selvagens para trás não havia o Pensamento. Depois da formação do pensamento, o selvagem para se civilizar e entender o civilizado, teve que desenvolver o pensamento continuamente. E agora, o civilizado para entender o Racional, tem que desenvolver o raciocínio.

 

Pois, aí já se trata de desenvolver, em si mesmo, a sua origem Racional. E, ter a comprovação desse desenvolvimento, com o nascimento da vidência Racional. Que corresponde a desenvolver a solução da vida na própria vida. E não, fora dela. Pois, é aí nela mesmo, que se dará o Encontro Racional de você consigo mesmo.

 

Para que isso se consolide, aí estão os Livros: “Universo em Desencanto”de Cultura Racional. Mas, é preciso a persistência na leitura e releitura freqüente dos Livros Universo em Desencanto. Sentindo o que lê para ficar gravado no “eu”de você que és “tu”; um Aparelho ou Centro Astrológico. E que nesta Fase Racional é Aparelho Racional.

 

E depois do raciocínio desenvolvido, está pronto para entender os Habitantes do Mundo Racional e vê-los pela vidência Racional. E depois desse mais outro estágio de entendimento e progresso, está pronto para desmaterializar o raciocínio, o representante Racional de sua pessoa.

 

E o raciocínio estando desmaterializado, está pronto para tomar a sua forma corpórea verdadeira que, nunca foi esta biodualidade de animal Racional; feito de matéria.

 

E sim, a sua forma corpórea verdadeira é aquela mesma, do antes da existência de tudo quanto existe neste conjunto universal deformado, o elétrico e magnético.

 

E no tomar a forma do seu verdadeiro estado natural de ser, volta a ser um corpo de massa cósmica pura, limpa e perfeita que é um corpo de Energia de vida Eterna, Habitante do Mundo Racional, o Mundo dos Eternos em progresso de pureza. Tudo isso, é evolução natural da Natureza.

 

Para ver que, é hora da gente conhecer e saber. Conhecer o Mundo de nossa Raça; porque todos nós somos de Raça Racional. E saber como voltar para ele; para o Mundo Racional; porque foi de lá que viemos e é de lá que somos.

 

Mas antes, a gente tem que desenvolver o raciocínio; porque, é só depois dele desenvolvido que, a gente pode voltar para o Mundo Racional. Melhor não perder tempo. É hora de acordar e de tomar por sério, o que é de sério.

 

Leiam os Livros de Cultura Racional.

Tenhamos todos, saúde e paz e concórdia natural!

Vamos nos conhecer?

 
           
                                                   

Vamos nos conhecer?

 

O Conhecimento contido nos Livros “Universo em Desencanto” é a ilustração cultural que abrevia a ligação de toda a humanidade ao Mundo Racional mediante a leitura assídua desses Livros de Cultura Racional.

Isso é para que todos possam viver certo, plenos de saúde mental; todos desfrutando de um estado psíquico saudável; mediante um equilíbrio de razão Suprema, que só nos pode ser dado pelo desenvolvimento do raciocínio.

Porque, o viver certo é a maior tranqüilidade; pois com o raciocínio desenvolvido, as pessoas vão acertando em tudo nesta Fase Racional da Natureza. E lugar de Racional, é no MUNDO RACIONAL! Está na hora de saber por quê.

E a Natureza é que comanda os seus feitos de uma maneira tão natural, que os seus feitos não sentem, por ser natural. Então, chegaremos todos dentro da Fase Racional, naturalmente. Pois, a regência de tudo está na Natureza que – a todos nós – foi ela que nos fez, que faz, desfaz e renova a nossa confecção. E é ela que, de tudo, nos mantém com a sua vida transformativa.

O Poder natural da Natureza é um Centro de Energias concentradas que se emana naturalmente, com o seu comando de vibração natural e vai atingindo, assim,  os ângulos essenciais; de maneira a compor tudo em seus lugares.

        

O estado de ser maior do Universo é a Natureza. E maior que a Natureza, ninguém. Tudo como a Natureza quer; e não, como ninguém quer. Ela, a Natureza, é que compõe a medida exata e certa natural e, sem abalos.

Pois, nesta Fase Racional a essência natural em função, na Natureza,  é Racional. E é de uma Força poderosa tal que, está levando tudo aos seus lugares sem ninguém sentir sua Essência que está no natural do sentimento.

 

E, por estar no natural do sentimento; por ter o mesmo timbre vibratório real do sentimento; então, o sentimento não sente a sua evolução de crescimento e de desenvolvimento. Vai crescendo, sem impactar o sentimento.

Então, a gente vê ali grafadas as letras e as palavras nos Livros de Cultura Racional; todo aquele manancial de um só Conhecimento para compor a nossa tábua de alfabetização psicossóciocultural  neste 30 Milênio; e, num primeiro momento, nem dá prá se ter uma idéia da Suprema força de seu conteúdo.

Também pudera, quando você inicia numa leitura dessas; ainda há dentro de sua cabeça, cem por cento de imaginação mais pensamentos; e, nada há ainda, de raciocinamento. E, é justamente para desenvolver o raciocínio que agora,  aqui está  em nossas mãos, o Esclarecimento Racional do porquê de cada qual de nós ter se transformado nisso que somos: um Ser Racional deformado, degenerado, enfraquecido e poluído; um Racional que virou bicho.

Que é o bicho da espécie humana que, descende de Racionais puros, limpos e perfeitos; e que, por ter se desligado e se distanciado do Supremo Mundo onde teve origem, virou animal Racional e perdeu o tino da razão de ser.

Mas, agora, estamos sendo presenteados com o maior Tesouro do Universo que é a volta de todos ao nosso verdadeiro Mundo de origem, o Mundo Racional e a extinção desta vida do Encanto, a vida aparente recheada de sonhos, fantasias e de ilusões deste Mundo dos Encantados. 

Todos que já lêem e estudam esse Conhecimento de Cultura Racional, têm participado espontaneamente desse movimento mundial de divulgação prá toda humanidade, insistindo junto a todos pra que não percam mais seu precioso tempo e busquem passar a se conhecer sob orientação de nosso verdadeiro Mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.

Tenhamos todos: saúde, paz e concórdia; pelo desenvolvimento do raciocínio!

Neste setembro de 2010: FESTAS E MAIS FESTAS!

 
   Estamos reproduzindo abaixo, o texto encaminhado por e-mail de Nágea Luiza Batista:
     

FESTAS E MAIS FESTAS!

No último dia 02 de setembro, comemoramos o DIA DA LUZ DA DIVINA PROVIDÊNCIA, a Luz que desenvolve o raciocínio de toda a humanidade, na qual nos ligamos, através da leitura dos Livros Universo em Desencanto, que são ENERGIA RACIONAL materializada em letras.
Este presente magnânimo que a Mãe Natureza nos deu, que é a ENERGIA VERDADEIRA DE DEUS materializada em letras, teve seu acesso ao mundo terreno pela porta aberta no Brasil em 04 de outubro de 1935 – do Brasil para o mundo.

Portanto, o dia de hoje, 07 de setembro, podemos então dizer, que não se trata mais de uma data simplesmente nacional e, sim, de uma data INTERNACIONAL.
Sim, porque sendo o Brasil o berço da civilização do Terceiro Milênio, nosso País passa a ser o ponto unificador de todas as nações em uma só nação: A NAÇÃO RACIONAL, cuja formação já se iniciou, com o reconhecimento de sua origem de RACIONAL por milhões de pessoas em todos os países. Pessoas essas cujo comportamento tem se evoluído de bem para melhor pela ausência de preconceitos, um comportamento de paz, amor e fraternidade, independente das instituições terrenas a que pertençam – este está sendo um grandioso e inédito passo DA HUMANIDADE!

E por 7 de setembro representar liberdade e independência, elevemos essa data magna a um significado maior: o da liberdade do nosso SER VERDADEIRO, que é um Habitante do MUNDO RACIONAL, materializado em nossa cabeça em forma de máquina do raciocínio. E que este SER SUPERIOR, RACIONAL, é idêntico em todas as cabeças no mundo inteiro. E por estar sendo desenvolvido, evoluído e desmaterializado, pela Mãe Natureza através da CULTURA RACIONAL, já está se formando no espaço, ainda invisível aos olhos humanos, a mais linda raça da Terra, a verdadeira raça, a RAÇA RACIONAL, onde são todos por UM e UM por todos, sem qualquer divisão. É a Nova Era que já deu entrada na Terra, a era da paz, do amor, da fraternidade e da concórdia universal.

Então… que o mundo inteiro festeje o 7 de setembro junto com o Brasil, pois, futuramente, cada nova pátria renascida das cinzas da inconsciência, pelo desenvolvimento do raciocínio, será, com certeza, o prolongamento da AMADA PÁTRIA BRASIL! BRASIL RACIONAL! E, daí prá frente só serão FESTAS E MAIS FESTAS até o resto dos nossos dias!

Tenhamos todos: saúde, paz e concórdia pelo desenvolvimento do raciocínio!

www.universoemdesencanto.com.br

http://br.youtube.com/nalub7

http://origemverdadeira.blogspot.com