RESOLUTIVIDADE REAL, RACIONAL.

RESOLUTIVIDADE REAL, RACIONAL.

 A perfeição tem base e tem lógica. Nesta deformação onde estamos, dentro dela, como vidas viventes provisoriamente; por não existir perfeição, então, tudo se transforma à procura do Ser certo.

 Permita-me falar assim: Você se transforma, porque não está certo; você ainda não encontrou a solução real de si mesmo nem a de todos os Seres aqui existentes neste perecível Mundo-Universo.

 E você também não encontrou ainda a solução real deste Mundo, no qual você é gerado e feito assim. Assim como? Tal e qual a todos os demais feitos: imperfeito e cheio de defeitos. E quando a solução for encontrada, você se completa. E assim também, todos na humanidade.

 Quando todos no Mundo, tal e qual a você, concluírem esse mesmo percurso; então daí, advém o fim deste perecível Universal Mundo da Deformação Racional; e isto dar-se-á, naturalmente; sem abalos.

 Toda a solução está no perfazer-se. Resolva-se por solucionar-se e redimir-se mediante o resgate do Ser Racional, o representante real da sua pessoa, organicamente ligado ao seu corpo material, aí dentro de sua cabeça. Trata-se do raciocínio que é um Habitante do Mundo Racional aí envolvida a Energia dele, nessa Glândula da vida, dentro de sua cabeça, da cabeça de todo Ser Humano, animal da origem de Racional.

Este Ser é um habitante do mundo de nossa verdadeira origem, o mundo dos Seres eternos, puros, limpos e perfeitos. Resgatado, pelo Mundo dos puros, limpos e perfeitos de onde viemos, tudo resolvido.

 Por hipótese: No você ter ficado perfeito; então, você perfez-se. Atingiu a completude de si mesmo. Está Racionalmente completo. É como numa redação de uma frase repleta de incorreções. E você ter que reescrevê-la, deletando-a em parte; substituindo palavras por outras; reexaminando o sentido dela, inúmeras vezes. Lapidando-a. Ah! Agora sim; e, ponto final.

 Agora, só falta fazer a leitura certa. A estrutura do texto está certa. Consertada.

 Assim é a Natureza em relação a você; e também, a todos tal e qual a você.

Ela vem nos lapidando de todas as formas, jeitos, modos e maneiras. Ela vem nos reescrevendo, ela vem nos preparando até nos ver prontos. Sobrepondo-nos ao domínio da inconsciência que nunca nos permitiu que soubéssemos: quem somos, de onde viemos e para onde vamos.

 Leia e releia você mesmo, tudo sobre você, no Livro “Universo em Desencanto”, de Cultura Racional. Perfaça-se de todo. Refaça-se. Racionalize-se Racionalmente mediante a Energia Imunizante Racional.

Perfaçamo-nos todos e de todo. Depois de prontos, completos.

 Estando completo, você é perfeito. Atingiu a completude de si mesmo. Racionalmente completo; por ter tomado a forma de seu verdadeiro estado natural de ser. O Habitante do Mundo Racional estará desmaterializado. Completou a sua Racionalização. E Racional, não morre. Racional é eterno.

 Daí por diante, nada mais há a fazer por você na deformação Racional em transformações que é esse Aparelho de matéria. Tudo já foi feito; pois, você não está mais degenerado nem deformado, nem enfraquecido e nem poluído e nem corroído de uma tamanha inconsciência animal. Tudo que estava por ser feito foi feito. E por isso, aí você estará: puro, limpo e perfeito.

 Nada mais há que ser feito por você, a não ser removê-lo daqui pra fora, levando você – a sua parte Racional levada daqui – de volta para o seu verdadeiro Mundo que, é o Mundo Racional. E nele, você vai conviver com uma infinidade de irmãos seus; todos eles sendo, tal e qual você voltará a ser: Seres eternos, puros, limpos e perfeitos. E assim também, você.

Certo, você ainda não é assim. Então, esta nossa conversa requer um complemento. Que é para ficar completa. Toda a humanidade, assim também você, ainda não se perfez; você ainda não está completo, não está perfeito. Você ainda não é si mesmo completamente.

 Você continua se transformando de uma vida para outra; morrendo e nascendo, morrendo e nascendo; incompleto, arriscado a se transformar em outra classe ainda mais inferior de corpo de vida, do que essa em que está: de animal Racional; tal e qual a todo Racional que tomou a forma de animal. Você ainda não atingiu a completude do seu Ser.

Mas, obviamente, é o que se passa comigo, sabe?

 Mas, deixe-me dizer a você o que já é possível pretendermos vir a Ser. E isto não é nenhuma infantilidade, nenhum fanatismo; é sim ao que me proponho; por ter observado com, toda atenção, ser possível dar solução – definida e definitiva – à vida que, aqui neste Segundo Mundo de Natureza elétrica e magnética, ela vive submetida ao sofrimento e à morte. A instabilidade, a insaciabilidade e o desequilíbrio são transmitidos pela energia animal, fluidicamente, no corpo fluídico elétrico e magnético do animal Racional.

Quero voltar a ser um Corpo de Energia de Vida Eterna, raciocinante, com o meu progresso de pureza no Mundo dos Eternos, o Mundo Racional; o Mundo em que os seus Habitantes são feitos de massa Cósmica pura, limpa e perfeita; e são Corpos de Energia de Vida Eterna. Assim, nós já fomos. A vida verdadeira não é esta de formação material; e sim, a origem é Racional. Antes da matéria já existia vida. A origem do raciocínio é Racional.

 Quero ir-me embora deste Mundo – naturalmente – em que a Natureza é de transformações; transforma tudo que é imperfeito e cheio de defeitos. Sem dó nem piedade; porque, daqui nós não somos. E, ainda mais agora que, a Natureza mudou de Fase e adotou o conceito evolutivo de outro fator natural de ser; que tem por vida vital: a Energia Racional; uma Energia transcendental que, é para resgatar o Ser vital desta vida que somos. Agora, a mim ainda me falta preparar-me por completo no Conhecimento da Verdadeira Origem da Humanidade – A Imunização Racional.

Uma Energia que tudo pode, por ter a Força do Poder que constituiu a vida; por ser a Energia Racional pura limpa e perfeita; e, por isso é que, é de vida eterna. E daí, ela poder tomar esta ansiada Divina Providência de retornar tudo e todos – por evolução natural da Natureza – ao verdadeiro estado natural de ser. Esta é que é a verdadeira Salvação da Humanidade.

 As duas únicas energias que não são de vida eterna, são essas duas energias básicas de condensação material: elétrica e magnética. E, para o nosso permanente dissabor, ficamos por eras e eras a fio ligados a ambas. Permanecer agora, ligado a elas; vamos descer de classe e percorrer as classes corpóreas inferiores, de irracionais.

 Essas duas energias – elétrica e magnética – é que são as Donas do Pensamento e da Imaginação. A Fase de essas duas Energias regerem a natureza humana terminou. E, é por isso que, faz mais de ¾ de século que a vida está tempestiva; por a humanidade, de mente enfraquecida, não poder nem saber como se organizar na vida, para bem viver.

Mas, hoje, estamos submetidos a outro fator natural de ser que, é Racional, a sua vida vital; porque, estamos na Fase da Racionalização dos Povos, e nela, toda a humanidade vai conhecer a razão de viver; por saber que  precisou que existisse a causa que deu origem a esta vida, para que esta vida existisse; senão, não.

Daí então, todos; sim, você também: vamos conhecer o Mundo de nossa Raça e saber como voltar para ele; porque todos nós somos de Raça Racional. O Mundo Racional foi de onde viemos e, é para lá que vamos. Porque é de lá que somos. Lugar de Racional é no Mundo Racional.

Somos Habitantes do Mundo Racional que, tomamos a forma de corpo pineal dentro da cabeça desse corpo da classe de Animal Racional, livre pensador, sofredor e mortal. Aí está (de você) a sua parte Racional; que quando funcionar como uma máquina psicológica nesta Fase da Mecânica Racional é o que volta para o seu verdadeiro Mundo de origem – o Mundo Racional.

 Aí está – de você – que, és “tu”; definitivamente definido: o teu “eu”.

 “Tu” é o personagem desta vida externa; o corpo de matéria pensante que pertence à matéria; é o Ser da impureza. E o “eu”, o Ser da pureza; o personagem da vida eterna; o corpo Racional que, pertence ao Mundo Racional.

Sendo esta, a Resolutividade Racional da tua vida; pois, depois de Imunizado pelo Mundo Racional, você ficará completo de seu Ser, será perfeito Racionalmente; então tudo resolvido; tudo a seu tempo. Agora é a Fase do desenvolvimento do raciocínio

E advirá a desmaterialização dessa Energia Racional que, você a tem materializada na glândula da vida; no istmo do mesencéfalo; o ponto vital da vida eterna.

 Mas, tome cuidado; que, se você continuar vivendo ligado a essas duas energias do pensamento e da imaginação: elétrica e magnética, tal e qual a muitíssimos que, ainda vivem sem se conhecer; então, você se arrisca a continuar sendo vitimado por uma infinidade de “eus” não teus. Vozes silenciosas (ou ruidosas) irradiando outros comandos prá dentro de tua cabeça, como pensamentos que te levam à ilusão de que são produtos de tua intelectualidade, de tua propriedade. E, o pior de tudo; é que você nem dá por elas; exaurindo assim, o seu poder de reação ao campo negativo.

Daí o risco de você (o mesmo risco corremos todos nós) se precipitar, de vez, abismo a baixo. Já é hora de a humanidade acordar para essa realidade! Procure  se conhecer, nos Livros de Cultura Racional. O nome desses Livros? “Universo em Desencanto”.

Busquemos todos ter saúde e paz, pelo desenvolvimento do raciocínio.

Anúncios

Saia daí, de dentro desta caverna ou caveira

Saia daí, de dentro desta caverna ou caveira!

À medida que as divulgações dos conteúdos do Livro de Cultura Racional vão se propagando pelo Mundo todo, mais e mais pessoas vão se acercando pelos espaços em que tal se sucede.

Uns o fazem por mera curiosidade; outros, buscando averiguar se há realmente nesses conteúdos a veracidade que os seus divulgadores alegam haver. Então, intrigados, põem-se a investigar o mais que podem a respeito do que lhes é exposto pelas pessoas que lêem ou que estudam o Livro: “Universo em Desencanto”.

O que, a princípio, podemos depreender é que, a cautela com assuntos dessa ordem é correta; exige sim, precaução,  prudência, atenção quando se refere ao que vai para além do corriqueiro.

Afinal, estamos reportando ao Mundo algo que já foi descoberto aqui mesmo, neste Mundo; mas que, a humanidade, desatenta a essa realidade, ainda anda atrás de encontrar: quem sabe na lua, quem sabe em marte, quem sabe no sol; quem sabe?

Hoje, já sabemos por que foi que o Ser Humano nunca descobriu o seu Mundo de origem?

E podemos seguramente responder que, foi porque a Humanidade não conhecia a Cultura Racional. Sendo o Ser Humano formado por três Energias Básicas; contudo o Ser Humano só tinha conhecimento de duas delas: a Energia elétrica e a Energia magnética.

E ambas, pertencem a esta Base do Ser irracional que é uma Base de desacertos para a lapidação do animal da origem de Racional. Sim, é certo que, essas duas Energias possibilitaram o desenvolvimento do pensamento e da imaginação. Mas, também é certo que, o Ser Humano orientado e caracterizado como um livre pensador, produto da matéria, mantinha-se trancafiado a sete chaves pelas influências do magnetismo da mecânica da geração e formação da matéria. Nessas condições o Ser humano ficou limitado ao desenvolvimento da parte cerebral condutora da vida de animal. A parte Racional ficava inerte.

Daí, a mente humana se fez oscilante, instável e permeada do variante campo vibratório de formação deformada, em que vive e de que vive influenciada. De forma que, toda pessoa assim vivente, nunca lhe foi possível conhecer a primeira Energia, a Energia Racional, a Energia da sua origem de Racional, do seu verdadeiro estado natural de ser; do seu Mundo de origem.

O que de fato se observa na conduta humana, é o temor de ter que se comprometer com algo que lhe vá restringir dar expansão ao livre arbítrio.

Daí advém de pronto, perguntas como esta:-

— “Na Cultura Racional existe alguma forma de proibição?”

O próprio conteúdo do Livro nos responde que não, dizendo:

Não. Pois o leitor abalizado do conteúdo de Cultura Racional não está subjugado a qualquer forma de proibição.

No decurso da leitura, vai o leitor evoluindo num crescendo natural e sucessivo que o dota de uma convicção inabalável e plena.

Por conseguinte, neste estágio, e dotado de tal convicção, não se coaduna sobrepor-se a ele qualquer forma proibitiva, por: seus passos, atos e procedimentos serem calcados nas diretrizes contidas no bojo do Conhecimento Racional dos Livros Universo em Desencanto.

Concluindo, o Ser que: galgou tal plenitude, já atingiu o clímax desejado por todo e qualquer Ser Humano; clímax este que retrata – com base e com lógica – todos os esclarecimentos que, se fazem urgentes e necessários na vida do vivente agraciado de todas as glórias almejadas, isto é, agraciado do encontro com a verdade das verdades, que vem a ser definição do Mundo Racional, Mundo aquele que, deu conseqüência a este Mundo em que nós vivemos.

Então, o que lhe propõe essa infinidade de leitores da Cultura Racional – hoje existentes pelo Mundo todo, é que: você leia esse Livro – Universo em Desencanto. Nele, revelada está: a Verdadeira origem da Humanidade.

Tenhamos todos: saúde e paz, pelo desenvolvimento do raciocínio.

SAUDEMOS NESTE 04 DE OUTUBRO, AQUELE, DE 1935!

SAUDEMOS ESTE 04 DE OUTUBRO COM NOSSAS HOMENAGENS

ÀQUELE MEMORÁVEL 04 DE 0UTUBRO DE 1935.

Naquele 04 de outubro foram pronunciadas aqui na Terra, as primeiras palavras do Racional Superior, aqui na Terra:

– “Quem és “tu” que, a ilusão é tanta;, incapaz de definir o teu “eu”.

De várias formas esta pergunta foi respondida em toda a Obra de Cultura Racional.

Há os que preferem dizer: – “Sou um Habitante do Mundo Racional que está materializado em forma de máquina do raciocínio.”

Como Encantados não sabiam responder: porque não sabiam o porquê do “tu”.

Hoje, conhecedores do teor dos Livros de Cultura Racional, se perguntados: Quem és “tu”? Asseveram:

— “Sou de origem Racional, mas, degenerado. Degenerei-me e deformei-me do que era, Racional puro, limpo e perfeito.”.

E esta Personalidade, o  “tu”,  formada por esta natureza elétrica e magnética.

‘O porquê’ da existência dele, do “tu”?

Esse todo que, de minha pessoa se vê, para que houvesse a formação do “tu”; teve antes a existência da origem para a formação do “ tu”.

De que origem?

— “A origem foi microbiana; e isso se deu quando todos nasceram do chão.”

Porque o “tu” nasceu do chão?

—“Foi porque os corpos anteriores a estes, eles se extinguiram em cima da massa da Planície e em cima da Resina expelida pela Planície. Então, originou-se o “tu”.”.

Em resumo, de onde “tu” vieste?

—“Todos nasceram do chão. A origem do “tu”e o porquê do “tu”; tudo isto solucionado.”.

E quanto ao “eu”?

— “O meu eu” pertence à parte invisível da pessoa; é, de minha pessoa, a Personalidade interior; é onde o Fluido faz morada. Essa Personalidade ostentada pelo “tu”, ela sai do meu “eu”. Pois, meu “eu”é a Personalidade dirigente do “tu”; mediante o que minha pessoa: pensa, idealiza, cria no meu “eu” que, ninguém vê. Meu “eu” se entende com os Personagens Mundo de vibração invisível; seja do elétrico e magnético Mundo; seja do Mundo Racional. Com certeza, os invisíveis nos governam. No Mundo invisível é onde está a superioridade, com suas influências do bem e as influências do mal.

É preciso que deixemos de viver sob o domínio da inconsciência como sempre vivemos, pelo desconhecimento da verdadeira origem da humanidade.

Hoje, sim, como uma decorrência daquele memorável 04 de outubro, todos estamos sabendo tudo que a Escrituração Racional esclarece sobre a causa deste Mundo assim ser. Em sua leitura e releitura é o essencial; nela encontramos o saber de que todos precisamos: saber quem somos, de onde foi que viemos e. para onde vamos; como viemos e como vamos.

Estamos todos de parabéns! Salve aquele 04 de outubro homenageado neste; com a mais profunda gratidão; por estarmos de posse do maior Tesouro da Humanidade: os Livros de Cultura Racional.

Leiam esses Livros de Cultura Racional: “Universo em Desencanto”.

Tenhamos todos: saúde e paz, pelo desenvolvimento do raciocínio!