A Genetriz da Vida

A GENETRIZ DA VIDA

Iniciemos esta longa conversa em atenção a uma pessoa, talvez seja a sua.

A forma do corpo magnético – essa formação corpórea humana com aparência de tudo ser – finalmente, hoje, já definitivamente esclarecida.  A matéria é a potência máxima do magnetismo e, o magnetismo envolve e domina todos que dependem da matéria para viver.

A razão verdadeira de ser – todo corpo humano – um conjunto de ruínas reunidas e que na realidade positiva de ser é somente uma aparência de tudo ser surgida de uma semente magnética que é o sêmen, o produtor de cada “tudo aparente” desses.

Foi o sêmen que – dimanado pelos Fluidos dos Seres Orgânicos de toda esta Galáctica Natureza – produziu a centelha magnética que deu forma ao corpo humano, mediante esses dois gêneros de combustão: elétrica, a combustão masculina; e magnética, a combustão feminina.

E, toda centelha vivente, é vida que se apaga assim, de repente; inda mais, por a seqüência da vida não ter tido condições de ser iluminada pelos entendimentos de uma natureza cultural consciente e positiva, como devia ser. Seqüência esta que, é o seu manual de instruções que define como se desenvolve e como funciona um Ser vivo.

O magnetismo na verdade, ele nada é; centelha não é vida; é aparência de vida, isto sim. Mas, por estar ainda inculta do real da realidade, a humanidade – fugindo à razão do feito – ela formou a vida nessas condições de que não devia ser formada; já que mal conscientizada ficou do princípio do seu próprio Ser.

E, por não ter o verdadeiro esclarecimento de o que é o nada ser, ficou tendo por base o feito, já feito com forma e vida aparente magnética; embora de compostura elétrica, mas de evolução magnética. Fluidicamente é feito e fluidicamente se destrói; provando e comprovando a nulidade de todo Ser que, assim é: um magnetismo de aparência magnética.

O desenvolvimento do magnetismo se faz pelo desenvolvimento da mecânica material em si mesmo; pelo individualismo, pelo materialismo. Daí, a duração efêmera de cada formação magnética dessas que, somente parece ser o que não é. Pois, com o foco concentrado na matéria, todos vieram ficando dominados, no mundo todo, pelo magnetismo da matéria que, por ter forte dose magnética, ela botou a todos desequilibrados e mutuamente magnetizando-se uns aos outros.

De forma que a matéria, nada mais é do que uma ilusão aparentando tudo ser, aparentando ser o que não é; de fato é uma mentira; e, por assim ser, acaba em nada.

O sêmen dá a atividade para que sejam formados esses dois gêneros de combustão: magnético e elétrico. E dessa combustão, uma reação desencadeia-se, formando-se uma micro explosão; que é de onde sai a centelha que, dá forma ao corpo humano.  

Surge então um Ser que nunca teve o tirocínio verdadeiro do Ser que si mesmo é; pois se o tivesse, teria projetado a forma de ser na realidade de ser. E por não tê-lo, foi que criaram uma idéia de serem o que não podiam ser. Pois, nunca puderam descortinar (nesta semente magnética) a verdadeira forma de ser do que, nada é.

Daí, nunca se pôde atinar para o fato de que, centelha tem duração passageira; e que, não é vida. Posto que, vida é vida eterna. E que, se centelha vida fosse; para sempre vida seria.

E o seu lume vigente para sempre, se manteria. E, sem mais e nem por que; de repente, ele não se apagaria. Cada centelha, uma duração variante que, se desenvolve nascida do nada e que se desenvolve envaidecida pelas aparências de que, a matéria tenha grande valor que, no real da realidade, não tem.

Mas, dá-se o domínio do magnetismo pelas fortes doses magnéticas desequilibradas que despertam a cobiça, o ciúme, a vaidade e a paixão, os crimes feitos por doses magnéticas violentas, pelo magnetismo espiritual, pelos engambelos artificiais e naturais. Basta ser magnetismo, para não ter equilíbrio.

Então, em cada Ser que assim é artificialmente foi colocada uma Personalidade de vida. E daí, a valorização da matéria que, é uma ilusão que, do nada (da essência do magnetismo) é de onde provém; e que, ao nada, é para onde ela revém.                                

Daí, ouvir-se falar, freqüentemente: — “A minha vida é assim.”; e     — “A minha vida é assado.”.

Donde surge a ilusão de cada qual pensar ser o que, não é; tudo isto, é porque, foram incentivadas infinidades de ilusões nos Seres que, auto sugestionados, valorizam a matéria que é um Ser que, se desdobra em sua própria destruição; mas, a matéria é tida como se ela tudo fosse. Querendo dar cunho de autenticidade e valor de gabarito ao que se destrói; e que, pela transformação dos corpos, toma a forma de outras vidas em classes inferiores.

E o avanço do desenvolvimento do artifício foi tão grande que, depois de uma infinidade de pesquisas e de experiências, houve o futricar de palavreados para atribuir formas nas coisas; e então, surgiu como que inevitável, o “Planteclismo”. Trata-se da Planta da formação do Ser Humano estar sendo esmiuçada por quem, de fato, não a conhece.

Que, se não fosse agora ter chegado a Fase Racional, todos continuaríamos na categoria de classes em transformações, nos transformando para outras classes ainda mais inferiores. Posto que, pelas transformações que fizemos, perdemos toda a noção da origem e de todo o passado em outras vidas anteriores, em classes superiores, diferentes desta. 

E a causa de a humanidade viver de pesquisas e experiências a vida inteira, é a procura para encontrar a verdadeira Individualidade perdida. Sem a bússola Racional, não encontrávamos.

Hoje, é que estamos tendo o Conhecimento de que a Cultura do desenvolvimento do raciocínio é o maior expoente da vida; porque, através dela toda a humanidade está sendo preparada para voltar para a vida eterna.

Começa pelo entendimento de qual que é o julgamento perfeito e correto de tudo que existe. Que é: conhecer o antes de ser completo. Trata-se do sistema mais correto de concluir e conduzir o certo; que, é saber provar e comprovar o certo; o certo do que, é Racional.

Visto que, encontrou a origem, encontrou o certo. Pelo seguinte: no encontrar a origem, é encontrada a Base; encontrou a Base, encontra a lógica. Tendo encontrado a lógica, encontra o certo. E passa a ter o Conhecimento da causa e da origem da vida; porque, é chegado – agora sim – o verdadeiro Dia do Juízo. O Conhecimento do Ser está no raciocínio; que é – da pessoa – a sua verdadeira originalidade de ser.

A Planta do Mundo, a Planta do corpo e a Planta da vida; a pessoa de posse dela, endireita tudo que se põe a executar e, daí: a solução perfeita para que, todos vivam bem e certo.

A Individualidade é a causa desta vida; ela é de Racionais puros, limpos e perfeitos.  A causa de termos o raciocínio é o Mundo Racional; que, é a mesma causa de a pessoa ser Racional.

A Origem é a causa deste Mundo e de tudo que nele existe; por não haver efeito sem causa. O certo é nortear-se pela Bússola do Mundo, do corpo e da vida; lendo e relendo o Livro Universo em Desencanto de Cultura Racional para saber o certo; a fim de tudo dar certo.

Aí então, já está fazendo por onde possuir a Genetriz da vida. A Genetriz é a matriz da gênese do Universo e das vidas do Universo.

Não pode ser uma coisa de repente. Numa analogia simplória, é a mesma coisa que uma planta vegetal: ela nasceu e veio crescendo, crescendo prossegue, até findar o seu crescimento normal, tão naturalmente que, nem dá pra perceber; então, dá as sementes, dá as flores e dá os frutos. Primeiramente, os frutos verdes, depois os frutos de vez e por fim, os frutos maduros, já prontos para servir.

Contudo, logo no começar a leitura do Livro Universo em Desencanto, o raciocínio inicia a se desenvolver e a proporcionar a aquisição do bom senso pela evolução do amadurecimento.

Mas, é preciso ler e reler com persistência para a obtenção do Conhecimento Racional e para começar logo desenvolvimento geral do Aparelho Humano, Racionalmente. O crescente desenvolvimento do raciocínio proporciona o verdadeiro equilíbrio Racional da pessoa, em seu próprio benefício. Para ver que, o próprio Livro funciona como um manual de instruções.

A persistência e a constância são para não perder a ligação da Energia Racional no Aparelho Humano; consolidando-se assim, o raciocínio em seu desenvolvimento que, é o ponto vital da vida eterna. É preciso persistência; para ser válido esse desenvolvimento e, a pessoa  ser ligada ao Mundo Racional e, poder ir sendo orientada pelos Habitantes do Mundo Racional e, ir nascendo, em si mesma, a Vidência de Energia Racional – vendo tudo quanto é de Racional.

Sendo que, a Planta e o Mapa – de toda a formação Universal, está lá na Origem. A Planta e o Mapa perfeito da salvação da Humanidade. Todos hoje sabendo que, a verdadeira originalidade da vida teve origem Racional. A origem de todos é Racional. Racional é a razão da vida do animal Racional.

O Mundo Racional é a causa e a razão do raciocínio. E depois do raciocínio desenvolvido, evolui pelo seu desenvolvimento e se liga à sua verdadeira origem que, é o Mundo Racional.

Estamos aqui, tendo por base nesta conversa, os Livros: “Universo em Desencanto”, de Cultura Racional. Neles, o Conhecimento Transcendental para a volta de todos e a volta de tudo ao nosso verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional.

Deu-se que, antes da origem da matéria, quando nós éramos: Racionais puros, limpos e perfeitos, nós entramos numa parte do Éden Racional; e, essa parte não estava pronta para entrar em progresso.

Viemos progredindo por conta própria, até que nos extinguimos e perdemos formação da vida de Racional; advindo dali, essa formação microbiana; da qual, nós próprios é que fomos os causadores desse Encanto; causadores da existência de tudo isto que, neste Mundo existe.

Existindo feitos; é porque existe a causa desses feitos; porque, não existe efeito sem causa.  E, não existe causa sem origem. Existindo a origem, é porque existe a Base. A Base verdadeira é o Primeiro Mundo. Que é a Base da origem da causa de todos os feitos.

Agora é que estamos sabendo e conhecendo como foi que viemos parar nessas condições de sermos feitos de matéria. Que não se trata da originalidade da vida de ninguém.

A pessoa conhecendo o que é Cultura Racional, ela ficará ligada ao Mundo Racional mediante este Conhecimento de preparação da Humanidade, para a sua ligação aos Habitantes do Mundo Racional, nossos irmãos de nosso verdadeiro Mundo de Origem. E daí, o progresso será Racional.

Fica o nosso convite para que você busque pelo Conhecimento de si mesmo, na leitura do Livro “Universo em Desencanto” de Cultura Racional.

Tenhamos todos, saúde e paz, pelo desenvolvimento do raciocínio.

Anúncios

A parte positiva da vida, é o que soluciona a vida

Leiam releiam e estudem os livros de Cultura Racional.

Todas as máquinas só funcionam depois de ligadas na energia de sua mecânica.

E assim também é a maquina do raciocínio – a parte positiva da vida; que é a máquina da mecânica Racional. E depois de ligada esta máquina psicológica que, é o seu Aparelho Humano Racional, ela fica ligada ao Mundo Racional e começa a funcionar ativada pela Energia Imunizante Racional.

E então, entra em função a parte positiva da vida que, é Racional. Essas recomendações, para que leiam, releiam e estudem o Conhecimento de uma ordem tal de grandeza cultural que, não há comparação. É para todos que vivem desconhecidos de si mesmo.

Pois, depois de cada pessoa ter passado de transformação em transformação de um corpo de vida para outro; veio, sucessivamente, perdendo toda a noção do corpo da vida anterior. Pois, a cada geração renovada, cada novo corpo de vida, com forma diferente, ele esquece completamente o corpo da vida anterior. E há a nulidade de toda a noção do passado em corpos de vida diferentes. Que fará então, ter perdido a noção da origem.

Com o adiantamento cultural da vida tudo muda de desequilibrado para equilibrado.    Com Cultura, se conhece a vida. Com a Cultura do ponto máximo da vida; é que, se salva a vida; porque, na Cultura é que está a salvação da vida.  Cultura é a coisa essencial da vida.  

Chegou a Fase do Desencanto, o ponto mais alto de evolução cultural da humanidade. E assim, tem o prazo das Fases; foi o que se deu em 1935, a Natureza deformada mudou de Fase; sua característica fundamental é: não parar de se transformar. A Natureza não é culpada de assim ser; pois, este Mundo é uma conseqüência de seus próprios Habitantes.

Vieram se transformando sempre, os mesmos culpados de a Natureza assim ser, nessas eternidades todas, até chegarem a essa vigésima primeira eternidade; os mesmos deformados que aqui estão continuando a progredir por conta própria.

A Natureza não é estagnada. Houve tempos em que o Ser Humano vivia tendo como coisa estranha para si, a sua própria existência. E, nunca tendo sequer, consciência dela; que fará então, consciência ter de, ‘o porquê’ de sua própria existência. Vivia como um estranho no Mundo em que vive. Vivendo por ter vida; e por, ver os demais viverem.

A fase do pensamento – a Fase de animal Racional da humanidade – terminou e, deixou de vigorar a aura magnética sobre todos nós. Cada Fase é o ciclo de evolução e progresso comandado por uma energia básica.

Na Fase do Pensamento, imperou a discórdia, que é a desunião de toda a humanidade. Na Fase do raciocínio imperará a concórdia; que, é a união de toda a humanidade; pelo desenvolvimento do raciocínio.

Mas, se alguém, diante de uma divulgação para que leia esse Conhecimento, disser:                     — “Eu não quero saber disto, desta tal de Cultura Racional.”

Esse alguém, não quer saber naquele momento, não quer saber hoje; mas, esse mesmo alguém não detém o comando sobre si; pois, quem detém o comando sobre todos, é quem fez todos e mantém todos. Não foi, nem esse alguém e nem ninguém semelhante a si; não foi quem lhe fez.

O iludido é aquele que, desconhece o seu verdadeiro Ser e que, se ilude com aquilo que não é seu – a vida. Da vida, os viventes têm a posse; e não, a propriedade dela.

A vida, ela não pertence aos viventes. Ao contrário, os viventes – cada qual – é uma pertença da vida que, a sua vida ela que fez. Cada vivente, por destinação, ou por disposição de lei natural da Natureza, se acha ligado ao uso que dele é feito, pela vida que assim lhe fez e que, a ela, ele presta utilidade.

Como? Como uma ferramenta dela; como um utilitário de uso dela; como um robô, um instrumento, um aparelho dela.

Da vida, os viventes têm somente a posse e, não a propriedade. A vida tem o Fluxo efluído das Sete Sementes do dono da vida e que, afluindo ao sêmen lhe deu origem no estado de um corpo em matéria fluídica elétrica e magnética. E quem disser:

— “Eu não quero saber disto, desta tal de Cultura Racional.”

O comando de todos está com quem fez todos; e é nela, é na Natureza que, está a Força do Poder, através do qual, tudo se transforma. Esta Natureza é deformada; mas ela, é de origem Racional. Não há porque haver mal querências; quando se trata de buscar conhecer a si mesmo. 

Não quer conhecer o Livro Universo em Desencanto, hoje; mas, vai querer conhecê-lo amanhã. Então, aguardem, só para mais daqui um pouquinho; só mais um pouquinho de tempo para que, toda a humanidade esteja com os livros de Cultura Racional nas mãos; a Cultura da solução da vida, definida e definitiva.

Agora, ainda não dá para vislumbrar qual vai ser a explosão de alegria pelo Mundo todo, diante da Imunização Racional. Basta que tenhamos o Conhecimento da Origem, feito pela Origem, para os Seres de Origem Racional, se salvarem. Já sabemos disto, com base e com lógica.

Pois, o nosso retorno ao lugar de origem é feito da seguinte forma:

Este Galáctico Mundo é um Conjunto Fluídico elétrico e magnético composto de sete partes. Os Fluidos que dão a substância do Ser Humano, eles efluem das sementes alocadas nas sete partes deste Galáctico Conjunto e, como afluentes do sêmen, formam um corpo só para a pessoa de sua referência; sendo, portanto, a causa e a origem do corpo humano.

Numa síntese: o respectivo Fluido da pessoa foi o que, deu a causa e a formação deste corpo fluidicamente feito em matéria elétrica e magnética. A pessoa, ela uma vez Imunizada, a Energia Imunizante Racional, usufruto da leitura do Livro Universo em Desencanto, apanha o Fluido causador desta vida e o retira – de dentro desta Deformação Racional em transformações – levando cada uma das sete partículas deste corpo de Energia Racional deformado; e, as restitui ao seu verdadeiro Mundo de Origem – o Mundo Racional. Saindo daqui, esse Fluido esfria e volta ao seu estado de ser perfeito, natural. No voltar ao seu Mundo de origem, esse Corpo de Energia passa a ter uma vida pura; voltando ao estado natural daquele mesmo corpo que deu causa a este outro. Com o tempo, vindo a extinção do corpo de matéria e daí, a pessoa nunca mais nascerá aqui outra vez. Pois, Racional não morre, Racional é eterno e a vida continua no Mundo dos Eternos, junto aos demais que lá estão no Mundo Racional, com o seu progresso de pureza.

Quando a Humanidade souber que, todos, somos Seres Racionais deformados, decaídos em matéria dessa classe corpórea do animal de raça Racional; o Mundo viverá em festas e mais festas. Hoje, todos têm em mãos o seu maior Tesouro, que é saber como voltar para o seu estado natural, o seu corpo de energia de vida eterna, Habitante do Mundo Racional. Esse corpo de Energia Racional é que é a nossa verdadeira identidade Racional; pois se trata da causa da existência do vírus Racional existente no sêmen; e que, dá formação à máquina do raciocínio. O raciocínio é a identificação da origem de Racional.

E para que todos os povos na humanidade abracem essa grandiosa evolução de sua volta ao Mundo Racional, há necessidade de que todos leiam e releiam o Livro: ‘Universo em Desencanto’. Lidos e relidos os volumes desses Livros de Cultura Racional, dá-se o desenvolvimento do raciocínio.

E no desenvolver o raciocínio, vai se ligar à Energia pura, a Energia Racional. E no se ligar à Energia Racional, vem a transformação da matéria para a Energia Racional. Deixando de ser matéria para ser um corpo de Energia Racional. A matéria, ela se transforma então, na origem da causa da matéria. E o corpo de origem volta a ser um corpo de massa cósmica Racional, pura, limpa e perfeita.

Para ver que através da Cultura Racional a humanidade vai saber como saiu fora do seu estado natural e como voltar para ele. E agora, você já pode saber tudo isso e em detalhes.

Tenhamos todos, saúde, concórdia e paz, pelo desenvolvimento do raciocínio!